PENSAMENTO EM DANÇA: DA EXPERIÊNCIA TEÓRICA À TEORIA COMO EXPERIMENTAÇÃO

PENSAMENTO EM DANÇA: DA EXPERIÊNCIA TEÓRICA À TEORIA COMO EXPERIMENTAÇÃO

Igor Teixeira Silva Fagundes – Universidade Federal do Rio de Janeiro *

 

RESUMO: O artigo pensa a encruzilhada de dança, filosofia e poesia como experiências
criativas que realizam o teorizar como prática artística. Para tal, teoriza o conceito de pesquisa a partir de um pensamento filosófico que se ponha em tensão, na palavra e no corpo, com o poético. Reúne a experiência da pesquisa em dança dentro da universidade a um diálogo com as obras de Friedrich Nietzsche, Martin Heidegger, Gilles Deleuze, Jacques Derrida, dentre outras, como provocadoras de um pensar-dança, na medida em que possibilitam uma reflexão sobre ciência para além dos convencionados caminhos de prescrição da arte. O trabalho se desenvolve a partir de uma revisão bibliográfica de autores da filosofia, aproximando questões de epistemologia dos impasses da crítica de arte, de modo que possibilite uma teoriadança como ensaio poético-experimental.
PALAVRAS-CHAVE: Pesquisa em Dança. Filosofia. Ciência. Arte. Poesia.

CLIQUE NO LINK ABAIXO PARA ABRIR O PDF COMPLETO

PENSAMENTO EM DANCA Igor Teixeira