COLÓQUIO: CIÊNCIAS DA DANÇA

A INFLUÊNCIA DO CICLO MENSTRUAL NO DESEMPENHO DA DANÇA

Bárbara Pessali Marques – PhD *

Bastidores – Dança, Pesquisa e Treinamento

RESUMO: Toda mulher fértil sabe que, uma vez por mês, alterações hormonais em seu corpo a permitem engravidar ou menstruar. Contudo, poucas pessoas sabem que essas alterações podem influenciar outros órgãos que não estão relacionados com a reprodução. Mesmo que grande parte dos estudos científicos sejam realizados com participantes do sexo masculino, devido a uma possível influência dos hormônios femininos no desempenho de inúmeras variáveis estudas, ainda não está claro na literatura como as ações secundárias dos hormônios femininos afetam estas variáveis e consequentemente o desempenho em diferentes atividades. Desta forma, resultados de pesquisas científicas nas áreas das ciências do esporte visando o treinamento e a melhora do desempenho nem sempre representam a realidade para praticantes do sexo feminino. Essa defasagem ainda é mais significativa quando a atividade em questão conta com muitos praticantes do sexo feminino, como a dança e as ginásticas. O objetivo deste artigo é levantar a literatura sobre o que é o ciclo menstrual, como a variação dos hormônios femininos acontecem e possíveis influências dessa variação hormonal no desempenho dos saltos e da flexibilidade, movimentos cruciais para o desempenho na dança e nas ginásticas.

PALAVRAS-CHAVE: Ciclo menstrual. Desempenho na dança. Bailarinos. Treinamento. Hormônios femininos.

* http://lattes.cnpq.br/9467160921108828

**************************************************************************

ORIENTAÇÕES E ESTRATÉGIAS DE ENFRENTAMENTO PARA BAILARINOS EM TEMPO DE PANDEMIA

Tatiana Lima Boletini*

(Doutoranda em Ciência do Esporte) UFMG

RESUMO: Como a ameaça iminente o COVID-19 continua a varrer o globo, os estúdios de dança são fechados, as apresentações canceladas e as turnês suspensasBailarinos de modo universal estão coletivamente em estado de inércia em suas casas., trazendo consigo sentimentos e transtornos psicológicos  como depressão, estresse e ansiedade que vem  preocupando os profissionais da área da saúde mental que ajudam e cuidam dando suporte a estes bailarinos. Assim o objetivo deste trabalho foi analisar as orientações dos profissionais da saúde mental para bailarinos  em tempo de pandemia. Foi realizado uma análise qualitativa observatório através da fala de profissionais da área da saúde mental, cujo dados foram coletados através da busca em sites que tratam do cuidado mental de bailarinos em tempo de pandemia. Conforme as orientações dos profissionais da saúde se faz necessário uma conexão social através dos aplicativos e plataformas online, a criação de uma nova  rotina, a ampliação de sua identidade e pôr fim a criação de metas e motivação para prosseguir neste tempo de pandemia. Através destas orientações conclui-se que se seguidas os bailarinos alcançarão uma melhora na qualidade de vida trazendo eficácia e bem estar físico e psíquico neste tempo de pandemia.

PALAVRAS-CHAVE: bailarinos, saúde mental, pandemia

* http://lattes.cnpq.br/8528750451345225

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s